quarta-feira, 22 de outubro de 2008

“Para poder te ver melhor”


“Para poder te ver melhor”


“Para poder te ver melhor”
foi que a Ciência me fez Óculos de Grau.

“Para poder te ver melhor”
foi a fala do Lobo Mau a Chapeuzinho Vermelho.

“Para poder te ver melhor”
foi que a Arte me fez Nariz de Palhaço Vermelho.

A mudança não está no Espelho,
está no Reflexo.
O personagem quem veste
não é o que veste o Nariz. E o Chapéu... Carapuça serviu.
Muda o comportamento quem vê.
Quem veste e serve já está alterado, é mudança.

Boto Nariz,
Uso Óculos,
E assim não sou o Vilão da História...

Um comentário:

Tribal no tornozelo. disse...

Descobri seu blog.
Gostei bastante.Não flo que curti pa caralho, pq tpo, nem te conheço...e ia fika mto paga pau saca.....
Eu gosto de poesia.
De musica.
De fotografia.
E, pricipalmente, de musica, poesia e fotografia pra questionar, pra constranger, pra informar, nao conscientizar, quem somos? mais sim , fazer pensar. PROBLEMATIZAR.

E vc ainda é lindo.
( verdade mal dita).
Poderia dexar sem essa.
mas,, dizemos o que vemos, e pendemos, na balança das palavras.