segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

“Correspondência Quente”


“Correspondência Quente”


Senhor excelentíssimo presidente George W. Bush.

Conheço sua vida, seu tipo, sua personalidade. Tenho controle sobre muitas coisas inexplicáveis, e entendo seu posicionamento sobre a forma de reger o mundo, no estilo capitalista e globalizado. Apóio minuciosamente tudo o que pensa e descreve na “Doutrina Bush”, sou adepto do seu movimento e acredito que irá funcionar. Você sabe bem como investir seu dinheiro. Admiro-o por ser primeiro dentre os dez países que mais fabricam e utilizam armas de fogo, tendo mais armas do que todos os outros nove países somados.

Essa nova ordem mundial é perfeita, com o capitalismo, quem tem o dinheiro ganha cada vez mais, e quem não tem perde cada vez mais, o que gera ganância e luxúria da elite e, revolta e ódio dos miseráveis – meus quatro sentimentos preferidos. E a globalização veio só para acentuar essa discrepância, uns jogando comida fora, e outros sem comer durante cinco dias, uns comprando o que é desnecessário e outros sem nem ter o fundamental para sobreviver.

Todas essas guerras que ocorreram na história do mundo foram maravilhosas, para a nova “cara” mundial. Ainda mais com todas essas intervenções norte americanas em qualquer “conflitinho”, um país hegemônico e imperialista, que direta ou indiretamente interfere em tudo, com crenças sendo perdidas, culturas bagunçadas, mortes de inocentes e culpados.

O fato de você invadir os outros territórios, matar milhares, prender alguns, dar sumiço em outros, e colocar tanto medo quanto raiva e ódio nos outros povos foi uma medida muito bem elaborada e está de parabéns, pois provocou atentados terroristas da parte deles, e da sua parte, não levou esse nome pesado “terrorismo”, mas sim, “Guerra contra o Terrorismo”, que na minha opinião não muda muito, mas para vocês tem um tom mais politizado. E a desculpa que foi em busca de armas de destruição em massa também foi uma ótima estratégia, pois você conseguiu o que queria na realidade: o petróleo. E foram “poucos” os que perceberam isto. Pelo menos de início.

Os EUA estão com a razão, pois, que lógica teria diminuir a emissão de gases poluentes, se isso comprometeria as economias das fábricas e indústrias? Como que Israel resolveria seus problemas sozinhos? Tem que dar armas, munições e soldados sim, para acabar de vez com a situação. E para que dar ouvidos a ONU, um bando de caretas, se Iraque necessitava de ajuda porque tinha um líder que oprimia seu próprio povo?

Os seus satélites e tecnologias são também admiráveis, pois com os EUA tendo 180 satélites geoestacionários, impossibilita que sejam lançados outros satélites desse tipo, devido a distância exata que devem ter da Terra e os ângulos entre cada um, tendo também um controle espacial, um monopólio “universal”.

Todos daqui estão sempre te elogiando, e torcem por você, esperando que o EUA tenha controle de todos os povos, forme um mundo unificado, todos falando inglês e obedecendo ao império hegemônico, como sendo uma forma de dominação e imposição mundial de ideologias.



Agradeço e parabenizo por tudo. Gostaria de dizer que o seu lugar já está reservado, a minha direita, “seu Pai todo poderoso”: Lúcifer, Satanás, Satã, Demônio, Diabo, Besta, Capeta, Paizão ou Papi (como preferir).

- Reino das Trevas, 11 de setembro de 2002 -

Nenhum comentário: